Tempo São Paulo, SP

Últimas Notícias

Seminário debate qualidade da água

02/21
11:46 2018

Em Ipatinga (MG), técnicos de 16 países discutem gestão dos recursos hídricos. Encontro é preparatório para o 8° Fórum Mundial da Água.



Já há pouca água para muita gente no campo e nas áreas metropolitanas das américas e caribe. No mundo, cerca de 500 milhões de pessoas vivem em áreas onde a demanda pelo líquido supera a disponibilidade local. Não bastasse a escassez, manter a qualidade necessária para consumo humano vem se tornando um desafio crescente para a gestão dos recursos hídricos. Estudos indicam que a demanda deve aumentar em 50% até 2030.  



As previsões, baseadas em relatórios da Organização das Nações Unidas, fizeram da água um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Associado à Gestão Integrada de Território Hídricos, os temas estão em debate no Seminário Internacional “Compartilhando Águas: Do Local ao Global”, em Ipatinga, Minas Gerais. O evento acontece nesta quarta-feira (20) e na quinta-feira (21) em Ipatinga, Minas Gerais, com o apoio do Ministério do Meio Ambiente (MMA).



Renato Saraiva, diretor de Revitalização de Bacias Hidrográficas da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, apresentou a experiência brasileira do programa Água Doce. Referência na dessalinização, a iniciativa leva água a 200 mil pessoas na região do semiárido. De acordo com ele, “um novo pacto para o uso das águas disponíveis vai ter que acontecer”. Saraiva defendeu uma melhor distribuição da água entre os seus múltiplos usos, capaz de equilibrar a demanda para o consumo humano e para o desenvolvimento, principalmente na agricultura, evitando o desperdício em todas as áreas.



O seminário é preparatório para o 8° Fórum Mundial da Água, que será realizado em Brasília entre os dias 18 e 23 de março.  Participam especialistas de 16 países americanos e caribenhos, além de convidados da Europa. Durante os dois dias, eles apresentam experiências que deram certo em seus países. O objetivo é contribuir para reverter as tendências atuais de escassez e degradação dos recursos hídricos.



PROGRAMA HIDROLÓGICO



Durante o encontro será realizada a oitava reunião do Programa Hidrológico Internacional (PHI). Fundado em 1975, tem o objetivo de facilitar a educação e o desenvolvimento e melhorar a gestão dos recursos hídricos em nível mundial.  “Segurança da Água: Resposta e desafios locais, regionais e globais” será a temática debatida. O encontro discute ainda a necessidade de pesquisas em ciências sociais e econômicas para compreender a adquirir instrumentos de adaptação ao impacto das mudanças na disponibilidade dos recursos hídricos.



 


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Brasil e Argentina firmam cooperação para segurança química Leia Mais!
Encontro discute regiões hidrográficas do Sul Leia Mais!
Aprovada resolução para manejo de fauna silvestre e exótica Leia Mais!
Ação brasileira contribui para combate à mudança do clima Leia Mais!
Mais recursos para revitalizar a região do Velho Chico Leia Mais!
Operação resgata 118,5 mil peixes de lagoas ameaçadas Leia Mais!
R$ 228 milhões para expandir energias renováveis Leia Mais!
Desafios para a gestão dos recursos hídricos no país Leia Mais!
Interáguas fortalece gestão das águas Leia Mais!
Brasil pode ter seu primeiro sítio misto reconhecido pela Unesco Leia Mais!
Governo diferenciará desmatamento legal do ilegal Leia Mais!