Tempo São Paulo, SP

Últimas Notícias

Brasil celebra Dia Mundial das Áreas Úmidas

01/30
12:01 2018

Tema deste ano é a importância desses ecossistemas para o ambiente urbano. Ponto alto das comemorações será na sexta, 2 de fevereiro.



 



Vários eventos vão marcar a passagem do Dia Mundial das Áreas Úmidas, celebrado nesta sexta-feira, 2 de fevereiro. As atividades serão promovidas por órgãos ambientais, entre eles o Ministério do Meio Ambiente (MMA), organizações não governamentais e grupos de ambientalistas em vários locais do país. Confira a programação abaixo.



O objetivo é chamar a atenção da sociedade para o valor ambiental, social e cultural das áreas úmidas, a necessidade de sua proteção e os benefícios que proporcionam às pessoas. O tema deste ano é a “A importância das áreas úmidas para um futuro urbano sustentável”.



A data foi instituída em 2 de fevereiro de 1997 pelo Comitê Permanente da Convenção das Zonas Úmidas de Importância Internacional, também conhecida como Convenção Ramsar, uma referência ao nome da cidade iraniana onde o documento foi assinado em 2 de fevereiro de 1971.



Segundo o Comitê Nacional, áreas úmidas são ecossistemas na interface entre ambientes terrestres e aquáticos, continentais ou costeiros, naturais ou artificiais, permanente ou periodicamente inundados ou com solos encharcados. As águas podem ser doces, salobras ou salgadas, com comunidades de plantas e animais adaptados à sua dinâmica hídrica.  



Guia para Associações, Coordenadores de Eventos e Educadores



Áreas úmidas no meio ambiente - infográfico



Além da zona rural, as áreas úmidas estão nas cidades, nos ambientes urbanos e nos seus arredores e incluem rios, áreas inundáveis, lagos e pântanos, assim como variantes costeiras e marinhas como marismas, manguezais e recifes de coral.



A expansão das cidades faz com que a demanda por terras afete diretamente as áreas úmidas, que acabam sendo degradadas e ocupadas por construções. Foi exatamente essa preocupação que levou a Convenção de Ramsar a escolher o ambiente urbano como tema deste ano do Dia Mundial das Áreas Úmidas.



“As comemorações são uma oportunidade para divulgarmos a necessidade de conservar as áreas úmidas, enfatizando o seu uso sustentável. Neste ano, vamos destacar a relação dessas áreas com o ambiente urbano, os serviços ambientais que elas fornecem às cidades, como, por exemplo, o abastecimento d´água”, diz o analista ambiental Maurício Pompeu, da Secretaria de Biodiversidade do MMA. A Secretaria é a referência no Brasil da Convenção de Ramsar.



No Parque Nacional Marinho de Abrolhos (BA), considerado sítio Ramsar e administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão do MMA, as festividades vão marcar, também, o Ano Internacional dos Recifes de Coral. Veja, a seguir, os eventos já confirmados nos sítios Ramsar e em outras áreas úmidas no Brasil.



Sítio Ramsar RPPN Sesc Pantanal (MT)



31/1 a 2/2 de 14h às 18 h Espaço Fábrica no SESC Poconé



Oficina de miniaturas e Maquetes



Público-alvo: professores e artistas de Poconé, São Pedro de Joselânida e região



Telefone: (65) 3688-2000



20 vagas



Hall Sesc Poconé (MT)



2 a 28/2, no hall



8h às 18h



Exposição de maquetes e painéis sobre áreas úmidas e o ambiente urbano.



Telefone: (65) 3688-2000



Hall Sesc Poconé (MT)



2/2, 18h às 20h



Debate sobre Áreas úmidas para um futuro urbano sustentável com a professora Cátia Nunes



Lançamento do Livro Marcos Referenciais para a Lei Federal do Pantanal e gestão de Outras áreas úmidas - autoria de Cátia Nunes, Erica Cezarine de Arruda e Wolfgang Junk.



Abertura da exposição da Campanha do Dia Mundial das Áreas Úmidas.



Público Alvo: escolas universidade, poder público.



Telefone: (65) 3688-2000



Parque Nacional Marinho de Abrolhos - Sítio Ramsar



2/2, 16h, na sede do parque em Caravelas (BA).



Coquetel de encerramento do curso para dive master (mergulhadores).



Evento do Dia Mundial das Áreas Úmidas e Ano Internacional dos Recifes de Coral - Informações 073 32972258.



Parque Estadual da Ilha do Cardoso - Ilha do Cardoso -SP



Atividades com visitantes sobre manguezal e recifes de coral.



2/2, na sede do parque.



Organização: Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/Unesp Registro.



Informações: 013 38511212.



Atividades com visitantes na cachoeira do Mandira



2/2, em Cananéia (SP)



Organização: Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/Unesp Registro.



Informações: 013 38511212



Por: Elmano Augusto, com informações da Secretaria de Biodiversidade do MMA.


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Ibama propõe Ação Civil Pública para proteger dunas no CE Leia Mais!
Sistema amplia combate ao desmatamento Leia Mais!
Seminário debate qualidade da água Leia Mais!
Um Grito de Socorro, os Macacos não transmitem a Febre Amarela Leia Mais!
Evento discute recuperação de rios urbanos Leia Mais!
Secas extremas na Amazônia superam os impactos pelo desmatamento Leia Mais!
Especialistas debatem mudança do clima Leia Mais!
Falta de gelo deixa urso-polar sem energia Leia Mais!
Terra do Meio recebe 2 mil hectares em doação Leia Mais!
Campanha incentiva reciclagem de lâmpadas Leia Mais!
Consulta sobre novas UCs será nesta semana Leia Mais!