Tempo São Paulo, SP

Últimas Notícias

GEF-Mar apoia nova área em Pernambuco

01/29
12:51 2018

Projeto promove a conservação da biodiversidade marinha e costeira com apoio das comunidades locais. APA de Guadalupe receberá R$ 1 milhão.



O projeto será implementado pelo governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).



Para o secretário em exercício de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Carlos André Cavalcanti, os recursos do Projeto GEF-Mar serão fundamentais para que Pernambuco e o Brasil possam cumprir a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB). “Por meio do apoio às comunidades envolvidas e no engajamento do conselho gestor da UC é que será possível aprimorar a gestão ambiental”, ressaltou.



SUSTENTABILIDADE



De acordo com o plano de trabalho aprovado, o Projeto GEF-Mar garantirá a aquisição de bens e contratação de serviços e obras para a APA de Guadalupe. Serão apoiados sistemas produtivos sustentáveis, como a elaboração de diagnóstico e implantação de Arranjos Produtivos Locais (APLs) no Assentamento Rural Amaraji, no município de rio Formoso, beneficiando cerca de 455 pessoas da comunidade.



Amaraji é formada por 91 famílias do assentamento da reforma agrária reconhecido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em 1997 e está inserida na região da APA que abrange também os municípios de Tamandaré, Sirinhaém e Barreiros. Para a seleção dos arranjos produtivos, será realizado um diagnóstico participativo que permita aos produtores locais indicarem, entre as atividades já realizadas pelos agricultores familiares, qual delas deverá ser transformada em arranjo e contemplada com a elaboração de um plano de negócio. A comunidade produz cultura orgânica de hortaliças e apicultura.



A implantação do GEF-Mar na APA Gudalupe será supervisionada pelo MMA e pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), responsável pela execução financeira do projeto. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente do estado poderá propor adequações e melhorias nos arranjos produtivos.



APA DE GUADALUPE



A APA de Guadalupe foi criada pelo Decreto Estadual n° 19.635, de 13 de março de 1997, e abrange os municípios de Sirinhaém, Rio Formoso, Tamandaré e Barreiros. Está inserida na mesorregião da Mata Pernambucana, na zona costeira do litoral sul. Possui uma área total continental e marinha de 44.255 hectares e tem como objetivos proteger e conservar os sistemas naturais essenciais à biodiversidade, especialmente os recursos hídricos, visando à melhoria da qualidade de vida da população local, à proteção dos ecossistemas e ao desenvolvimento sustentável.



A APA teve o seu Plano de Manejo aprovado no final de 2017 pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (Consema/PE). O documento estabelece o zoneamento e as normas de uso, além do uso dos recursos naturais da UC, de acordo com os seus objetivos principais.



 


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Ibama propõe Ação Civil Pública para proteger dunas no CE Leia Mais!
Sistema amplia combate ao desmatamento Leia Mais!
Seminário debate qualidade da água Leia Mais!
Um Grito de Socorro, os Macacos não transmitem a Febre Amarela Leia Mais!
Evento discute recuperação de rios urbanos Leia Mais!
Secas extremas na Amazônia superam os impactos pelo desmatamento Leia Mais!
Especialistas debatem mudança do clima Leia Mais!
Falta de gelo deixa urso-polar sem energia Leia Mais!
Terra do Meio recebe 2 mil hectares em doação Leia Mais!
Campanha incentiva reciclagem de lâmpadas Leia Mais!
Consulta sobre novas UCs será nesta semana Leia Mais!